top of page

Compreendendo os Principais termos da Psicologia Cognitivo Comportamental

A Psicologia da Terapia Cognitivo Comportamental (TCC) é uma forma de abordagem de compreensão da mente humana que se concentra na interação entre pensamentos, comportamentos e emoções. Esta abordagem é baseada na ciência com ampla comprovação através de meta análise e tem sido usada com sucesso para promover o desenvolvimento cognitivo e emocional além de tratar uma variedade de problemas psicológicos comportament

ais e emocionais.


Curiosidade

Algo pouco conhecido sobre esta abordagem da psicologia:

A TCC tem como característica orientar seus clientes, durante o processo de análise, aprender a fazer auto análise e adquirir autonomia no processo de independência em relação aos seus desafios pessoais, crescimento pessoal e superação de transtornos mentais se tornando "seu próprio terapeuta" para manutenção dos avanços adquiridos durante as sessões com um profissional capacitado.


Para ajudar quem esta nesta jornada de autoconhecimento profundo, preparei um glossário de termos comuns usados ​​na Psicologia Cognitivo-Comportamental, confira a seguir:


Cognição: O processo de pensamento que inclui a percepção, aquisição, processamento e armazenamento de informações.


Comportamento: Ações físicas e verbais que as pessoas tomam.


Modelo cognitivo: Uma abordagem para entender como as pessoas pensam e se comportam.


Reforço Positivo: Reforço positivo é uma forma de condicionamento comportamental onde um comportamento é reforçado com uma consequência agradável. Por exemplo, um menino que é elogiado por fazer a tarefa escolar pode ser reforçado com um chocolate. Ou seja, algo agradável ao individuo é acrescentado diante de uma situação.


Reforço Negativo: Reforço negativo é uma forma de condicionamento comportamental onde um comportamento é reforçado com a remoção de uma consequência desagradável. Por exemplo, um menino que cumpre a tarefa escolar é poupado de levar o lixo para fora de casa, ele é reforçado com a retirada de uma situação que pode ser desagradável.


Punição Positiva: Punição positiva é uma forma de condicionamento comportamental onde um comportamento é punido com a introdução de uma consequência desagradável. Por exemplo, um aluno que é pego colando na prova é punido com uma advertencia por escrito para os pais.


Punição Negativa: Punição negativa é uma forma de condicionamento comportamental onde um comportamento é punido com a remoção de uma consequência agradável. Por exemplo, um cão que é punido por pular sobre os convidados pode ser punido com a remoção de um biscoito.


Crença Central: Crença central é um tipo de crença que é fundamental para a formação de um sistema de crenças. Esta crença pode ser positiva ou negativa, mas é geralmente o ponto de partida para o desenvolvimento de outras crenças.


Crença Subjacente: Crença subjacente é um tipo de crença que está relacionada à crença central, mas não é tão fundamental para a formação de um sistema de crenças. Estas crenças são geralmente menos fortes e mais flexíveis do que as crenças centrais.


Crença Disfuncional: Crença disfuncional é um tipo de crença que é irracional e não serve para o bem-estar do indivíduo. Estas crenças podem levar a comportamentos destrutivos para os outros e autodestrutivos.


Erros Cognitivos: Erros cognitivos são pensamentos irracionais ou distorcidos que podem levar a comportamentos destrutivos. Alguns dos erros cognitivos incluem a distorção da realidade, generalização, racionalização, julgamento, adivinhação de pensamento, personalização, filtro mental, maximização e minimização, pensamento dicotômico ou polarizado, catastrofização, raciocínio emocional, atribuição de culpa, comparação injusta e a minimização.


Contra Controle: De forma mais ampla, contra controle é um tipo de comportamento em que o indivíduo resiste, tenta controlar ou evitar de forma automática tentativas artificiais de controle do comportamento. Este fenômeno ocorre para evitar situações desconfortáveis impostas por condições sociais, interpessoais e situacionais.


Condicionamento Comportamental: Condicionamento comportamental é um tipo de aprendizagem que ocorre quando um indivíduo aprende a associar um comportamento com uma consequência. Durante a vida o individuo passa por situações reforçadoras ou punitivas que geram crenças centrais e subjacentes. Esta forma de aprendizagem pode ser usada para mudar comportamentos desejados ou indesejados.


Modelagem do Comportamento: Modelagem do comportamento é um tipo de aprendizagem onde o indivíduo aprende a fazer algo observando o comportamento de outra pessoa. Esta técnica pode ser usada para ensinar comportamentos desejáveis ou para mudar comportamentos indesejáveis.


Comportamento de Fuga: Comportamento de fuga é um tipo de ação em que o indivíduo tenta evitar, de forma permanente, algo que ele ou ela teme. Este conceito pode ser usada para evitar situações desconfortáveis, mas também pode levar a comportamentos destrutivos.


Comportamento de Esquiva: Comportamento de esquiva é um tipo de comportamento em que o indivíduo tenta evitar algo inevitável que ele ou ela teme. Este conceito pode ser usada para evitar situações desconfortáveis, mas também pode levar a comportamentos destrutivos.


Análise Funcional: Análise funcional é uma técnica de avaliação usada para identificar o que está motivando um comportamento. Esta técnica pode ser usada para identificar o que está motivando comportamentos desejáveis ou indesejáveis.


Análise Cognitiva: Análise cognitiva é uma técnica de avaliação usada para identificar os pensamentos e crenças que estão motivando um comportamento. Esta técnica pode ser usada para identificar os pensamentos e crenças que estão motivando comportamentos específicos.


Estratégias de mudança: Técnicas usadas para ajudar as pessoas a alterar seus comportamentos ou pensamentos.


Estratégias de enfrentamento: Técnicas usadas para ajudar as pessoas a lidar com situações desafiadoras.


Terapia cognitivo-comportamental: Uma forma de tratamento psicológico baseada na interação entre pensamentos, comportamentos e emoções.


Auto-monitoramento: O processo de seguir e monitorar seu próprio comportamento e pensamentos.


Auto-avaliação: O processo de avaliar seu próprio comportamento e pensamentos.


Auto-regulação: O processo de controlar seus pensamentos e comportamento.


Auto-eficácia: A crença de que você é capaz de realizar tarefas ou atingir metas. A Psicoterapia é fundamental para se ter Auto-Conhecimento e adquirir uma noção realista de Auto-Eficácia.


Esperança: A crença de que as coisas vão melhorar.


Esperança Realista: A crença de que as coisas vão melhorar, mas com um plano para alcançar essa meta.


Autoconsciência: A capacidade de se observar a si mesmo com objetividade.


Autocontrole: A capacidade de controlar seus próprios comportamentos.


A Psicologia Cognitivo-Comportamental é uma abordagem científica que oferece uma variedade de técnicas para ajudar as pessoas a melhorar sua saúde emocional e bem-estar. Se você estiver procurando por ferramentas para ajudá-lo a alcançar seus objetivos pessoais, considere aprender mais sobre a Psicologia Cognitivo-Comportamental. Até a próxima!

Kommentare


Destaque
 Posts Recentes
Aquivo
Procure por Tags
Follow Us
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

value. quality care. convenience.

bottom of page