top of page

Desvendando a Causa da Ansiedade: O Que Você Precisa Saber.


Nas conversas que tenho, seja na mesa de um restaurante ou no consultório, a pergunta sobre o tema é a mesma:

-"Jackson, o que é a causa da ansiedade?"


A ansiedade não possui uma causa específica porque ela pode ser provocada por uma variedade de fatores, desde fatores biológicos até ambientais. Por exemplo, questões genéticos podem contribuir para o seu desenvolvimento, assim como causas ambientais, estresse, traumas ou problemas familiares. Além disso, a ansiedade também pode ser ocasionada por fatores emocionais, como medo ou preocupação. Devido à complexidade destes fatores, a ansiedade não existe uma única causa que pode ser apontada de forma taxativa. Por esta razão aqui vou discorrer sobre duas delas que são muito comuns no dia a dia.


Medo do futuro incerto: A ansiedade é frequentemente causada pelo medo do desconhecido e do que pode vir a acontecer no futuro.

O medo do desconhecido é uma das principais causas de ansiedade, pois ele nos impede de viver plenamente e nos impede de fazer planos para o futuro. É como se estivéssemos caminhando em um labirinto sem saída, sem saber qual será o próximo passo. Como o escritor Paulo Coelho escreveu certa vez em "O Alquimista": "O medo de uma possível derrota é o que mais nos impede de tentar alcançar nossos sonhos". O medo do futuro incerto pode nos impedir de tomar decisões importantes e de seguir em frente em nossas vidas, causando ansiedade e sentimentos de insegurança. No livro "O Alquimista", o personagem Santiago enfrentou seus receios de maneiras diferentes. Primeiro, ele teve que encarar a si mesmo e se aventurar em uma jornada desconhecida e incerta. Em vez de desistir, teve que lidar com muitos desafios e perigos. Finalmente, ele teve que encarar seu medo de fracassar ao seguir seu sonho de encontrar o tesouro. Ao persistir, ele conseguiu superar suas limitações e alcançar seu objetivo.

É importante lembrar que, assim como o personagem Santiago no livro, é preciso ter coragem para enfrentar nossos desafios e seguir em frente, mesmo quando o caminho é desconhecido.


Preocupações com a imagem pública: Muitas vezes, as pessoas se preocupam com a forma como os outros as veem, o que pode causar ansiedade social e preocupações com a aparência.

Preocupações com a imagem pública são outra das principais causas de ansiedade, pois elas nos fazem sentir pressionados a sermos alguém que não somos. Como Paulo Coelho escreveu em "Brida": "Nós nos preocupamos tanto com a opinião dos outros que esquecemos a opinião que temos de nós mesmos". Essas preocupações podem nos levar a comparar nossas vidas com as dos outros e a nos sentir insuficientes. Elas também podem nos impedir de sermos nós mesmos e de viver de acordo com nossos próprios valores e crenças.


É importante lembrar que como Brida, personagem do livro, precisamos adquirir autoconhecimento e aprender a confiar em nós mesmos e a seguir nossos sonhos, independentemente do que os outros possam pensar. É preciso aprender a ouvir nossa própria voz e seguir nosso coração, sem nos preocuparmos tanto com a opinião dos outros. Isso pode te ajudar a libertar-se das preocupações com a imagem pública e a viver uma vida mais autêntica e livre de ansiedade.

Para o filósofo Grego Platão as preocupações com a imagem que os outros fazem de você podem ser vistas como uma forma de ignorância, pois elas nos impedem de ver a verdadeira natureza das coisas e de viver de acordo com ela. Platão, em sua obra "A República", argumenta que as pessoas são atraídas pelo mundo sensível, pois é ele que lhes dá a sensação de existir, mas essa realidade é apenas uma ilusão. As preocupações com a imagem pública são uma forma de se prender a essa ilusão, em vez de buscar a verdadeira natureza da vida e do ser humano.


Segundo Platão, o verdadeiro conhecimento é alcançado através da contemplação das idéias, as quais são a verdadeira realidade. Preocupar-se com a imagem pública é uma forma de se distrair dessa busca e de se prender ao mundo sensível e a opinião dos outros. É preciso, portanto, libertar-se dos desejos de aceitação e buscar o conhecimento verdadeiro para alcançar a verdadeira felicidade e liberdade.


A Terapia Cognitivo-Comportamental (TCC) sugere que as preocupações excessivas com a imagem pública podem ser explicadas por pensamentos distorcidos e uma atenção excessiva aos eventos externos. A ciência sugere que as pessoas com preocupações excessivas com a imagem pública tendem a ter pensamentos negativos, como "se eu fizer isso, as pessoas vão me julgar", ou "Eu tenho que ser perfeito para ser aceito", esses pensamentos tendem a aumentar a ansiedade e aumentar a preocupação com a imagem pública.


A TCC também destaca a importância da atenção seletiva, ou seja, como as pessoas tendem a prestar mais atenção aos eventos externos que confirmam esses pensamentos negativos, enquanto ignoram eventos que os desafiam. Isso pode levar a uma distorção da realidade e aumentar ainda mais a preocupação com a imagem pública.

Para tratar essa preocupação excessiva, a TCC recomenda técnicas como a reestruturação cognitiva e a exposição, que visam mudar esses pensamentos distorcidos e aumentar a capacidade de lidar com eventos externos de forma mais equilibrada. A TCC também enfatiza a importância do autoconhecimento, como ferramenta para desenvolver habilidades, se comunicar e se relacionar de forma eficaz, para ajudar a construir uma auto-estima saudável e um senso de auto-eficácia.


Nos próximos artigos sobre o tema, convido você a explorar, junto comigo, algumas outras causas de ansiedade identificadas pelas ciências psicológicas e saber exatamente como isso afeta seu dia a dia.Vamos falar sobre questões ligadas a traumas do passado, expectativas irreais, a importância de um propósito de vida, herança genética, estilo de vida, uso de substancias e ciclo hormonal.

Comments


Destaque
 Posts Recentes
Aquivo
Procure por Tags
Follow Us
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

value. quality care. convenience.

bottom of page